#DifraçõesHistóricas

Uma escrita da História no tempo das contingências

Arquivo da categoria: Resenhas/Comentários

Resenha do livro Landscapes of Freedom (2018) na revista Fronteiras

Foi ao ar hoje a mais nova edição da revista Fronteiras. Esse número conta com uma resenha de minha autoria do livro Landscapes of freedom: building a postemancipation society in … Continuar lendo

21 de maio de 2019 · Deixe um comentário

The Way of Water (Future Fiction Book 19) de Nina Munteanu (2016)

Estórias de ficção científica podem funcionar como teoria política, por meio da identificação de ausências e da imaginação de presentes possíveis no mundo real. Assim conclui Margret Grebowicz e Helen … Continuar lendo

7 de fevereiro de 2018 · Deixe um comentário

Sonic Intimacy, de Dominic Pettman (2017)

A obra Sonic Intimacy, de Dominic Pettman, contém uma proposta não-antropocêntrica e não-binária de entendimento do som e da voz. Seria mais correto falarmos aqui em “sons” e “vozes”, pois … Continuar lendo

22 de janeiro de 2018 · Deixe um comentário

Resenha do livro Na Presença da Floresta (2014) na Varia História

Foi lançado nos últimos dias, o volume 32, número 60 da revista Varia História. Esse volume publica três interessantes artigos no dossiê temático “Arte e Ciência”, e mais seis artigos … Continuar lendo

17 de julho de 2016 · Deixe um comentário

Ontologia do Acidente (2014) de Catherine Malabou

Em Le Théoreme d’Almodovar (O Teorema de Almodovar), Antoni Casa Ros descreve o acidente de carro que o desfigurou: um cervo surge na estrada, o escritor perde o controle do … Continuar lendo

9 de julho de 2016 · Deixe um comentário

Resenha do livro In Search of the Amazon (2013), na HCS – Manguinhos.

Foi publicado ontem no volume 22, número 03, da revista História, Ciência e Saúde – Manguinhos, uma resenha minha do livro In Search of the Amazon: Brazil, the United States … Continuar lendo

1 de setembro de 2015 · Deixe um comentário

Pode o Subalterno Falar? (2010), de Gayatri C. Spivak

O caso do suttee como exemplo da mulher no imperialismo desafiaria e desconstruiria essa oposição entre sujeito (lei) e objeto de conhecimento (repressão) e marcaria o lugar do “desaparecimento” com … Continuar lendo

4 de julho de 2015 · Deixe um comentário