#DifraçõesHistóricas

Uma escrita da História no tempo das contingências

O videoclipe e o engajamento com o espectador (citação)

tumblr_nq2bn3Beut1qdze79o3_500

Cenas do videoclipe da música I Had this thing do Röyksopp

No videoclipe, o que está oculto e o que é revelado servem para incentivar múltiplas visões, envolvendo o espectador em um processo de reconstrução, interpolação ou extrapolação de histórias que são realmente visíveis nos bastidores das cenas. Quando o modelo narrativo está presente, mesmo que de forma fugaz, cria-se uma aura de mistério, uma sensação de que as coisas precisam ser confundidas; também levanta questões de continuidade, de como o vídeo se desenrola, especialmente por encorajar um envolvimento do espectador com as imagens. Assim, tanto a distância da representação narrativa cinemática quanto a proximidade com ela desempenham um senso de engajamento na criação.

VERNALLIS, Carol. Experiencing Music Video: Aesthetics and Cultural Context. Columbia University Press, 2004. p. 20

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 15 de julho de 2018 por em Notas de leitura e marcado , , , , .
%d blogueiros gostam disto: